As pessoas que me desejam mal..

(...) eu desejo paz. Me nego a viver num mundo em que a maldade e o ódio são corriqueiros. Portanto, sim! Eu coloco fones de ouvido pra vocês... E vou para o outro lado da rua... na contra-mão. Faço questão de me manter ilesa e longe de tudo isso. E quando a maldade se aproximar que a vida a afaste de mim. E me faça sorrir com o que o horizonte me trouxer. E que eu não chore tanto tempo pelo que se perdeu, pela obrigatoriedade do desapego forçado e sim que eu sorria pelo que está por vir... Porque eu sei, o universo sempre conspirou me livrar de tudo o que trava meu riso. E que tudo seja sempre forte, tudo intenso, tudo em carne viva, tudo urgente! Mansidão aqui não é permitida. Ah! Que essa minha urgência de viver seja uma eterna companhia. E que eu não me importe com o que os outros pensam disso..."

Comentários

Postagens mais visitadas