Por falar em distância de alma..

Uma saudade dos mil anos que passamos, ou das três semanas. A loucura de gostar tanto pra tão pouco ou simplesmente a loucura de tanto acabar assim. Fora tudo o que guardei de você, me restou a consideração que você guardou por mim. Sua ligação que nunca chega depois que me encontra. Sua mão estendida. Sua lamentação pela vida como ela é. Sua gentileza disfarçada de vergonha por não gostar de mim. A maneira que você tem de pedir perdão por ser mais um cara que parte assim que rouba um coração. Você é o mocinho que se desculpa pelo próprio bandido. Finjo que aceito suas considerações mas é apenas pra ter novamente o segundo. Como o segundo do meu nariz na sua nuca quando consigo, por um segundo, te abraçar sem dor. O segundo do seu nome na tela do meu celular. O segundo da sua voz do outro lado como se fosse possível começar tudo de novo e eu charmosa e você me fazendo rir e tudo o que poderia ser. O segundo em que suspiro e digo alô e sinto o cheiro do seu quarto. Então aceito a sua enorme consideração pequena, responsável, curta, cortante. Aceito você de longe. Aceito suas costas indo. Aceito o último fio virando a esquina e pegando o próximo ônibus. Não é que aceito.Quem gosta assim não come migalhas porque é melhor do que nada, come porque as migalhas já constituem o nó que ficou na garganta.Seus pedaços estão colados em mim,em tudo o que acabou em todas as instâncias menos nos meus suspiros. Não se digere amor, não se cospe amor, amor é o engasgo que a gente disfarça sorrindo de dor. Aceito sua consideração de carinho no topo da minha cabeça,o seu beijo na minha testa ao se despedir, seu dedilhar de dedos nos meus ombros, seu tchauzinho do bem partindo para algo que não me leva junto e nunca me levará, seu abraço profundo de perdão pela falta de profundidade. Aceito apenas porque toda a lama,todo o entulho que essa história causou e toda a indignação se calam para ver você passar.


Comentários

  1. Me emocionei, muito lindo profundo e triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é..sentir que só lhe restam migalhas é bem triste,a dor de um amor não correspondido dói,mas permanecer nisso por simples "comodismo" ou "carência" é surreal..mas acontece muito!
      (eu vivo isso até hoje..rs)

      Obrigada pela visita..volte sempre! =)
      grande beijo.sz

      Excluir
  2. Só quem viveu uma história assim pode entender... parabéns pelo seu cantinho. Tb tô te seguindo. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Chris..pra entender essa história tem que viver,sentir na pele!
      Obrigada pela visita e pelas palavras.
      Será sempre muito bem vinda! (:

      grande beijo.sz

      Excluir
  3. Eu lembrei um texto da Clarice:

    "Que foi que se disseram? Não se sabe. Sabe-se apenas que se comunicaram rapidamente, pois não havia tempo. Sabe-se também que sem falar eles se pediam. Pediam-se com urgência, com encabulamento, surpreendidos. (...)
    Mas ambos eram comprometidos.
    Ela com sua infância impossível, o centro da inocência que só se abriria quando ela fosse uma mulher. Ele, com sua natureza aprisionada. (...)
    Acompanhou-o com olhos pretos que mal acreditavam, debruçada sobre a bolsa e os joelhos, até vê-la dobrar a outra esquina.
    Mas ele foi mais forte que ela. Nem uma só vez olhou para trás." Clarice Lispector (A legião estrangeira)

    Gostei muito daqui, moça. Tão bonito seu espaço. Obrigada pela visitinha. Volte, sim?

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Complementar o meu texto com palavras de Clarice,é fantástico!
      Esse texto dela é incrível..profundo e combina muito com essa história!
      Obrigada pelo carinho Maria..e pode ter certeza que estarei no seu cantinho sempre.

      grande beijo.sz

      Excluir
  4. Gostei deveras do teu blog, passarei sempre por aqui para ler os teus escritos. Valeu pela visita e comentário em meu "Caderno", será sempre bem vinda por lá!
    Grande abraço. http://andrefoltran.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba..muito obrigada pela visita e pelas palavras André!
      Passarei com toda certeza no seu cantinho e sempre que possível escreverei no seu caderno!
      Volte sempre.

      grande beijo.sz

      Excluir

Postar um comentário

Mostre seu amor! =)

Postagens mais visitadas