Por falar em desistir..again.


Eu estou tentando me lembrar qual é o som da sua voz, mas só me lembro de ter perdido o meu livro favorito ontem a noite em algum lugar que eu não sei dizer.
Acho que me lembro de uma música. Sim. É claro, aquela música que teria tudo a ver com a gente se o nós nas minhas frases incluíssem eu e você. Passei de ônibus em frente a um cinema e me dei conta de que nunca assistimos a nenhum filme juntos, eu sequer sei o nome do seu filme favorito, se você chora em tal cena, ou se sabe de cor as falas dos personagens principais.

Me dei conta de que já passam das tantas e uns quebrados e imaginei que a esta hora você talvez já pudesse estar dormindo. E me pergunto: qual seria a cor do seu lençol? Você dorme só de shorts ou coloca uma camiseta qualquer? Eu não sei.Já fui ao seu refúgio. Quer dizer, quarto. E  espremo a ideia. Não. Na verdade são essas ideias que estão espremendo minha cabeça, então,tento meticulosamente lembrar como seriam suas coisas, seu quarto. Um guarda-roupas do lado esquerdo da porta e de frente para a janela. A vista dele eu não me lembro. Sua cama com alguma colcha de cores frias e alguns tênis debaixo. Acho que alguns DVD’s por perto e algum instrumento jogado em algum canto. Imagino, quem sabe eu não esteja viajando, mas eu tenho pra mim que ele também deixa lá algumas coisas para serem esquecidas algumas vontades, verdades, ás vezes até sonhos.Bom, até agora eu só falei coisas que ficaram armazenadas em minha fraca memória,mas ai vai uma coisa que eu aprendi de primeira: ele sabe como ninguém ignorar as coisas. Boas ou ruins. Entre certezas e pseudo-vícios. Sobre o que sente ou gostaria de viver. Por isso minha teoria é a seguinte: Não importa o que eu faça,isso não vai mudar,é o jeito dele e eu ando tão cansada que resolvi deixa-lo quietinho. Creio, posso estar caindo no engano, mas acho que estou certa,acho que as coisas nunca foram tão claras em minha humilde percepção das coisas,eu finalmente entendi .

Passeei neste abismo, no teu silêncio, e no seu sorriso, porque afinal, é tudo que sei. Foi a coisa mais concreta e inatingível que alguém pode ter oferecer. É engraçado como a gente as vezes gosta de se perder nas incertezas e fazer disso uma viagem de balão, como se o nada fosse a coisa mais perfeita a se ter, como se olhar pra baixo e ver tudo longe te desse uma falsa segurança de que estais longe das coisas as quais te fazem mal. O eterno sentimento de stand-by.
Assim eu vou vagando em tudo aquilo que não sei, que não conheço. A procura de tudo que você não me disse e nunca vai dizer. E uma nota sobre tudo que descobri: perder meu livro favorito é horrível, eu detesto chorar em público, o cinema é a coisa mais sem graça do mundo sozinho e eu deveria ter feito diferente, deveria ter pedido batatas grandes ao invés de média, porque o filme ainda nem começou e estou sem batatas.


Comentários

  1. Oie flor!
    Gostei muito da repaginada no teu blog, ficou lindo viu!
    Venho te acompanhando, mas só agora tive a oportunidade e um bom tempo para poder comentar.
    Espero que continue sempre escrevendo, você escreve muito bem e é gostoso de ler.

    E sabe, às vezes é chato mesmo você perceber que uma pessoa tão importante para você, e você não a conhece, quase nada.
    Assim como não gosto de perceber que estou me doando de mais quando a outra pessoa sabe tudo sobre mim e eu, quase nada sobre ela.

    http://tumbacerrada-azamba.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sei como é isso. Você passa um tempo com a pessoa, talvez muito tempo, e mesmo assim vê que esse tempo não foi o suficiente para aprender tudo, para gravar todos os detalhes. Mas a verdade é que a gente vai mudando com o tempo e sempre teremos algo a aprender. Adorei o texto.

    Passando pra desejar um feliz 2013.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Sei que é chato, mas recém estou começando meu blog. Se tu puder passar lá e dar uma olhadinha, eu agradeço muito, muito. Se gostar, segue que eu sigo de volta. Obrigada e desculpa o incomodo.
    http://casos-demulher.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mostre seu amor! =)

Postagens mais visitadas