Por falar em..fim sem começo!



Faz falta o abraço. O primeiro pensamento do dia ser um clichê. A mensagem de bom dia e a motivação pra ouvir românticas melodias.  
Eu..Continuo por não ter escolha. E por medo de perder, perco. Mesmo ciente de tudo isso, não mudo.
Olha lá mais uma oportunidade de amor, quem sabe, se foi. Nunca saberemos, pois nunca tentamos. Há a vontade de piscar pra ele, mas a segurança do não é mais forte que a possibilidade do talvez, por dentro teve fim sem nem começar.
A coisa mais difícil que existe é encontrar alguém que queira tentar. O amor é tentativa. É esforço. Tentar quando sabemos que podemos fracassar, tentar pra quem sabe, talvez, vencer.
Não tentar apenas quando cremos na vitória. Tentar com esforço. Dar as mãos no verão. Não deixar a possibilidade escorrer pelos dedos.
Espantar o medo da gaveta vazia, preenche-la com cheiros. Evitar a troca de olhares, por medo de te decifrar, de me decifrar em ti. Fazer dos planos, precisão do seu destino. Escrever sem saber porquê. Reler mensagens, procurando sinais de reciproca. Sinais a gente inventa e depois diz que não era bem assim. Buscamos a confirmação para depois nos lançar.

O medo do passado ainda presente, caminha para um futuro inexistente.
Faz falta a entrega, Duas almas desejando se encontrar e se perder,e assim..ganhar a total liberdade de poder se unir.



"De tanto eu te falar, você subverteu
o que era um sentimento e assim fez dele razão...
pra se perder no abismo que é pensar e sentir.." 
(Los Hermanos- Sentimental)

Comentários

Postagens mais visitadas