Por falar em..solidão,foge que eu te encontro!



Vai, estúpida. 
Introjeta. Recua. Remói. Mas prende o choro!

Segue em frente, segue pra onde, segue em frente, pra frente, meu deus pra onde, só continua. Continua pra quê, me diz o que, me diz quem e cadê todo mundo, esse mundo de pessoas socadas em bares e edifícios. 

Me dizem que São Paulo é a cidade da solidão. Solidão tá dentro e tá em toda parte, não é preciso espetar o ponto exato no mapa de onde encontrá-la, pode guardar os marcadores de texto e ah, o mapa também. Eu estou em Belo Horizonte.Eu estou em São Paulo. Estou em Lima e agora estou no Paraná. Estar é um verbo copulativo ( abrace a ironia ), estar liga o predicativo ao sujeito. Estar, encontrar-se. Situar-me. Onde me situo. Talvez seja mais adequado aqui já nunca estou, apenas me situo em Sampa, em qualquer cidade. Uso impessoal. Borro com tinta azul de caneta o sujeito. Um verbo numa permanente construção de orações negativas. 


Comentários

Postagens mais visitadas